A história sobre o Google estar desenvolvendo um bloqueador de anúncios dentro do Chrome ganhou ainda mais força nesta terça-feira (1), com a confirmação de que a função está sendo testada no aplicativo Chrome Canary (disponível no Google Play), para o Android, plataforma em que são realizados testes de funcionalidades que depois aparecem na versão final do navegador.

• 8 formas de impedir que o navegador estrague o desempenho do seu computador
• As extensões mais úteis já feitas para o Google Chrome

Por padrão, a função vem desligada, mas, segundo o TechCrunch, a função pode ser habilitada no menu de configurações do Chrome Canary, na subseção “Anúncios” do item “Configurações de sites”.

Se você acha que os anúncios estão cada vez mais intrusivos, com janelas que dificultam a navegação em sites, vídeos que reproduzem automaticamente e pop-ups que te forçam a clicar no link, você não está sozinho. O Google tem tratado o assunto com parceiros, oferecendo guias para sites editoriais sobre como evitar anúncios invasivos, que serão obstruídos pelo novo bloqueador nativo. De acordo com o TechCrunch, o conteúdo passível de bloqueio seria determinado pelo que a Coalition for Better Ads, da qual o Google faz parte, lista como ofensivo: entre outros, pop-ups repetitivos e anúncios que impossibilitam que o usuário acesse o conteúdo do site.

A nova função deve chegar ao Chrome oficialmente no ano que vem, o que dá aos sites tempo de se adaptarem às novas diretrizes. Além disso, nesse interim o Google prepara também uma ferramenta que convidará os usuários a desabilitar bloqueadores de anúncios de terceiros, mantendo apenas o nativo. O que, na teoria, deve melhorar a experiência do usuário sem prejudicar completamente a exposição de anunciantes.

[TechCrunch]